Você conhece o país, até então chamado de Holanda, por algum outro nome? Provavelmente não, já que ele é conhecido mundialmente como Holanda, mas, na verdade, esse não é o seu nome verdadeiro. Países Baixos, esse sim é o nome do país que conhecemos como Holanda. E agora, depois de todo esse tempo, as autoridades do país, localizado no noroeste da Europa, querem mudar essa identificação.

“Holanda não. Países Baixos, por favor”. Essa é a mensagem oficial que eles pretendem apresentar ao resto do mundo, para divulgar o nome oficial de sua nação. De fato, essa é uma informação restrita que a maioria das pessoas, fora do país, nem sabia a respeito. Então, os Ministérios e instituições desportivas e culturais do país estão lançando uma campanha de marketing, com o intuito de eliminar de vez o uso do nome Holanda. Venha entender melhor o porquê disso, e de onde surgiu o nome Holanda, que ficou tão popular.

Campanha

Algumas das principais cidades do país, juntamente com as autoridades, começaram a divulgar uma campanha de marketing para acabar, de uma vez por todas, com o uso do nome Holanda para se referir à nação.

Começando com o site oficial de turismo, que deixará de se chamar Holland.com, e a seleção de futebol, que passará a ser chamada de Países Baixos. E nesse plano, entram medidas a curto e longo prazo. Para maio do ano que vem, a representação nacional do Festival Eurovision, que será sediado no país, levará o nome de Países Baixos, para reforçar o nome oficial da nação.

“Três dias e 180 milhões espectadores é uma oportunidade fantástica para comunicação e marketing”, disse Carolien Gehrels, da consultoria Arcadia. Além disso, o nome oficial também passará a valer já na Olimpíada de Tóquio no ano que vem.

A cor laranja continuará sendo a oficial do país, no entanto, ainda não ficou definido se a icônica tulipa será mantida, como símbolo internacional.

Países Baixos

Oficialmente, o nome da nação é Nederland, que traduzido para o português, fica Países Baixos. O nome original do país em neerlandês é “Neder-Landen”, que significa literalmente “terras baixas”. Isso devido a sua localização geográfica, que fica parcialmente abaixo do nível do mar. Então, por que Holanda?

Essa denominação é devido ao nome da região homônima, localizada no oeste do país, que é dividida em duas províncias. O que não por acaso são a Holanda do Norte e a Holanda do Sul. As duas províncias tiveram papel importante no desenvolvimento da nação, dominando por muito tempo aquela região. Por esse motivo é que existem os holandeses.

No entanto, os habitantes das outras 10 províncias não são nomeados assim. Muito menos os habitantes de seus territórios do Caribe, que incluem Aruba, Curaçao e São Martinho. Devido a essa divisão em 12 províncias, que formaram o nome no plural, Países Baixos, e não País Baixo.

Complementando a campanha de marketing, o governo também pretende promover o turismo para além de Amsterdam, capital do país, que fica localizada exatamente na província da Holanda do Norte. Além da sede administrativa, que fica em Haia, na Holanda do Sul.

No século 19, surgiu o reino dos Países Baixos, esse que viria a dar origem ao nome oficial do país e que, agora, com sua a monarquia parlamentar, quer promover-se de modo distinto no exterior.

Essa matéria Por que a Holanda não quer mais ser chamada de Holanda? foi criada pelo site Fatos Desconhecidos.


E aí tem algo escrito errado? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão de matéria para O DesaForado? Envie para nós clicando no botão abaixo e não esqueça de deixar seu comentário abaixo.

Enviar Dica


Fonte: https://fatosdesconhecidos.ig.com.br/por-que-a-holanda-nao-quer-mais-ser-chamada-de-holanda/ 

Deixe uma resposta