Todo mundo sabe que a Segunda Guerra mundial foi um show de horrores para a população de todo o planeta, em especial as minorias perseguidas pelo governo de Hitler. A principal delas foram os Judeus, que eram massacrados, torturados e exilados, sem nenhum questionamento. Mas nem todo mundo apoiava as ações frias da Alemanha Nazista.

Em 1939, ainda durante a Segunda Guerra Mundial, um jovem britânico chamado Nicholas Winton fez algo incrível. Ele arriscou a própria vida para salvar 699 judeus. A maioria eram crianças da Tchecoslováquia, e ele garantiu a segurança delas ao refugiá-las na Inglaterra.

Depois da guerra, ele nunca falou sobre o assunto durante 50 anos. Só descobriram o fato porque sua esposa encontrou um antigo caderno de Nicholas no sótão, com nomes, fotos e documentos das crianças que ele salvou.

Sir Nicholas, que recebeu o título de Cavaleiro (Sir) pela Rainha Elizabeth II, morreu em 1 de Julho de 2015, aos 106 anos. Apelidado de “Schindler Britânico”, ele apareceu em um programa de TV do Reino Unido chamado “That’s Life”, em 1988. Ele foi convidado como membro de uma platéia, e não sabia que as pessoas sentadas ao redor dele só estavam vivas porque ele as salvou com sua bravura e altruísmo.

Vídeo

Neste vídeo do programa, a narradora diz que uma das crianças que ele salvou estava ao seu lado. Depois, ela pediu para que todas as pessoas que devessem sua vida a Nicholas se levantassem. Muitas pessoas se levantaram e ele ficou bastante emocionado.


E aí tem algo escrito errado? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão de matéria para O DesaForado? Envie para nós clicando no botão abaixo e não esqueça de deixar seu comentário abaixo.

Enviar Dica


Fonte: Ultra Curioso

Deixe uma resposta