Através dos registros históricos, temos um leve vislumbre da vida real dos povos antigos. Entretanto, muitas vezes, eles ficam aquém de recriar a exata realidade dessas pessoas. Por exemplo, apesar de nosso amplo conhecimento sobre a civilização grega antiga, a música popular grega ainda era algo do qual não tínhamos uma noção exata de como soava. E é aí que os avanços da ciência se encaixam.

Graças à tecnologia, a distância desses antigos costumes e produtos derivados deles está ficando menor. Assim, ficamos cada vez mais perto de vivenciar a história que conhecemos, através de escrituras e registros, como eles verdadeiramente eram. Pensando nisso, hoje, listamos para vocês, algumas das vezes que cientistas e pesquisadores conseguiram recriar algumas das coisas vividas por nossos antepassados. Confira!

1 – Rosto grego antigo

Muitos fatores influenciam a estrutura facial, entre outras coisas que compõem a aparência das pessoas de um determinado período de tempo. Em 2018, cientistas tentaram replicar como seria o rosto das pessoas na antiga Grécia. Eles reconstruíram o rosto de uma adolescente de 9 mil anos, usando seus restos mortais e tecnologias como tomografia computadorizada e impressão 3D.

O resultado foi um rosto, cujo queixo é mais protuberante e, com características mais “masculinas” do que as mulheres nascidas naquela região hoje em dia. De acordo com os pesquisadores, isso pode ter sido causado devido à mastigação da pele de animais para produzir couro. Além de, talvez, a menina em questão sofrer de anemia e escorbuto.

2 – Destruição de Pompéia

Basicamente, todos sabem que a destruição de Pompéia, na Roma Antiga, se deu pela erupção do Monte Vesúvio, em 79 d.C. A cidade foi completamente destruída pela erupção, com muitos de seus cidadão. Pensando em como o desastre pode ter se mostrado para os cidadãos de Pompéia, o Museu de Melbourne, em 2009, criou uma exposição onde, em uma das instalações, um vídeo reproduzia o evento. O vídeo foi produzido reunindo as informações colhidas por historiadores sobre a erupção.

3 – Música grega antiga

Apesar do amplo conhecimento sobre a música na Grécia antiga, até pouco tempo, ainda não tínhamos uma exata noção de como reproduzir algumas composições da época. Isso porque elas tinham um estilo diferente daquele usado hoje em dia, com símbolos estranhos e com significados que nos eram desconhecidos.

Entretanto, graças a alguns documentos encontrados recentemente, a ideia de como a composição musical grega realmente funcionava foi vislumbrada. Usando isso, pesquisadores e músicos conseguiram recriar com sucesso algumas músicas antigas. Alguns especialistas estão agora tentando recriar perfeitamente esse “som antigo”, à medida que mais informações estão sendo “decodificadas” por historiadores e arqueólogos.

4 – Festa do Hitita

O Império Hitita se centrava em torno de onde hoje está localizada a Turquia, em torno de 1600 a 1200 a.C. Dos registros históricos, sabemos que eles colocavam muita ênfase em sua cultura culinária. De tal modo que, qualquer pessoa que entrasse em uma cozinha sem a devida higiene, poderia ser condenado à morte.

Um arqueólogo e um chef turco, em 2015, se reuniram para replicar a comida servida nas festas do povo Hitita. Sabe-se que eles não utilizavam levedura para fazer o pão e preferiam comer carnes frias, com cebolas cozidas e pão em ocasiões festivas. No experimento, até mesmo as técnicas culinárias da época foram utilizadas, a fim de alcançar uma experiência gastronômica mais autêntica.

5 – Cerveja chinesa

A China possui uma longa e rica história ao longo de muitas eras. Apesar do grande conhecimento a respeito de toda essa historia, que vai desde pinturas rupestres a registros escritos, muito pouco sabemos sobre como era a vida na China Antiga. Para se aproximar um pouco disso, pesquisadores da Universidade de Stanford, em 2017, recriaram uma cerveja nos moldes de como ela era fabricada pelos chineses há cerca de 5 mil anos.

A receita da tal cerveja foi encontrada examinando inscrições. Estas foram encontradas dentro de utensílios de cerâmica da época. A bebida é feita utilizando grãos de milho e cevada, além de uma espécie de grama encontrada na Ásia. O resultado foi uma cerveja mais adocicada e com sabor mais frutado do que as cervejas encontradas nas prateleiras de mercados hoje em dia.

6 – Perfumes de Afrodite

Recriar perfumes antigos é algo muito mais difícil do que podem imaginar as pessoas. Isso porque os fatores que compõem um cheiro são muito mais difíceis de serem preservados. Mas o trabalho foi facilitado devido à descrições desses cheiros, que já foram encontradas. Especialmente dos gregos.

Em 2018, químicos do Museu Arqueológico Nacional de Atenas, usando inscrições do período micênico recriaram alguns perfumes que foram associados à deusa Afrodite. As fragrâncias foram feitas para a celebração do 150º aniversário do museu. O processo levou cerca de 18 meses para ser concluído. Um dos destaques foi o Aphrodite’s Rose, que é uma das fragrâncias mais citadas em inscrições antigas.

7 – Cerveja egípcia

A cerveja era uma bebida muito consumida pelos egípcios. Era muito comum servir a mesma durante as refeições. Naquela época, eles acreditavam que beber cerveja era mais seguro do que beber água. Uma vez que as técnicas de purificação não eram bem desenvolvidas. Em 2019, pesquisadores israelenses estudaram jarros antigos e isolaram seis tipos de levedura. Elas sobrevieram nos poros de utensílios de cozinha. Eles utilizaram o material para fermentar cerveja, o que nos proporcionou um leve vislumbre de como era o sabor da cerveja no Antigo Egito.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Essa matéria 7 vezes que a ciência recriou grandes momentos históricos foi criada pelo site Fatos Desconhecidos. E somente copiada por esse portal.


E aí tem algo escrito errado? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão de matéria para O DesaForado? Envie para nós clicando no botão abaixo e não esqueça de deixar seu comentário abaixo.

Enviar Dica


Fonte: https://www.fatosdesconhecidos.com.br/7-vezes-que-ciencia-recriou-grandes-momentos-historicos/ 

Deixe uma resposta