Ao longo dos últimos 150 anos, o mundo sofreu 14 recessões que abalaram economias de países inteiros. De acordo com o Banco Mundial, estamos prestes a nos deparar com uma grande recessão, que virá após a pandemia de Covid-19, sendo estimada como a quarta maior da história. Desse modo, a recessão causada pelo novo coronavírus deve ser uma das piores já vistas, mas não a pior. Pensando nisso, separamos as 7 piores recessões de todos os tempos.

Ainda segundo o Banco Mundial, o PIB per capita global deverá diminuir em 6,2% ainda neste ano. Para se ter uma ideia, isso é mais do que o dobro do que o registrado na crise financeira de 2008. No entanto, ainda está longe recessão de ser a pior da história.

1 – 2009 (queda de 2,9%)

Em 2009, a recessão se deu por conta do colapso do mercado imobiliário dos Estados Unidos, que por sua vez, aconteceu por causa da crise financeira de 2007 e 2008. Além de também, ter sido influenciada pela crise das hipotecas subprime. Entretanto, o impacto não foi igual para os países. Nesse caso, grandes potências foram as mais afetadas, enquanto países emergentes, como o Brasil, sofreram um impacto muito menor.

2 – 1908 (queda de 3%)

Em 1907, enfrentamos a primeira crise financeira mundial do século 20, mais conhecida como “O Pânico”. Essa foi uma crise financeira que se iniciou na Europa e tomou conta do mundo. Para se ter uma ideia, ela quase provocou o colapso do sistema bancário dos Estados Unidos.

3 – 1917-1921 (queda de 4,4%)

Com o fim da Primeira Guerra Mundial, o mundo caminhava para mais uma recessão. Dessa forma, aqui, os países estavam lidando com os estragos causados pelo confronto. Segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional), esse foi “o colapso econômico e financeiro mais grave desde a Grande Depressão dos anos 1930”.

4 – 2020 (estimativa de queda de 6,2%)

Por conta da atual pandemia, só podemos imaginar como será a recessão. No entanto, já se estima que será a quarta maior da história. “As previsões atuais sugerem que a recessão global do coronavírus será a mais profunda desde a 2ª Guerra Mundial, com a maior parcela de economias experimentando declínios no PIB per capita desde 1870. A produção de mercados emergentes e economias em desenvolvimento (EMDEs) deverá contrair-se em 2020, pela primeira vez, em pelo menos 60 anos”, afirmaram os economistas Ayhan Kose e Naotaka Sugawara.

5 – 1914 (queda de 6,7%)

Essa recessão coincide com o início da Primeira Guerra Mundial. Desse modo, ela acaba sendo ofuscada pelo primeiro conflito a nível global da humanidade. Nessa época, mais de 50 países experimentaram alguma foram de esgotamento total de ativos ou execução bancária. “Durante seis semanas, durante agosto e início de setembro, todas as bolsas de valores do mundo foram fechadas, com exceção da Nova Zelândia, Tóquio e da Bolsa de Mineração de Denver, Colorado”, afirma Richard Roberts, professor de História Contemporânea na Universidade King’s College, em Londres.

6 – 1945-1946 (queda de 15,4%)

Após o fim da Segunda Guerra Mundial, o mundo enfrentava novamente uma recessão causada pelo pós-guerra. Contudo, dessa vez, os estragos foram muito maiores. Estando envolvidos no conflito, mais de 70 países foram afetados, incluindo o Brasil, os Estados Unidos e a maior parte da Europa.

7 – 1930-1932 (queda de 17,6%)

Sendo considerada a pior recessão de todos os tempos, a Grande Depressão, ou Crise de 1929, se iniciou com o crash da Bolsa de Nova York. Assim, do dia para a noite, milhares de acionistas perderam tudo em um dia que ficou conhecido como “Quinta-Feira Negra”. Depois disso, empresas e indústrias foram fechadas e funcionários foram demitidos em massa.

Essa matéria 7 piores recessões de todos os tempos foi criada pelo site Fatos Desconhecidos.

Fonte: https://fatosdesconhecidos.ig.com.br/7-piores-recessoes-de-todos-os-tempos/

Deixe uma resposta